Noslen olebaR literatura, poesia, crônica e contos

Insisto em escrever porque é fazendo que se aprende.

Poesia por acaso

Sem inspiração estou agora.

Tento atiçar a imaginação mas ela demora.

Não consigo pensar em algo que faça rimas.

É como querer acertar o alvo com a flecha apontada para cima.

Não acho um bom assunto que se organize bem em versos.

Mesmo sabendo que no mundo há mil assuntos diversos.

Que coisa chata, não consigo imaginar.

Isso quase me mata, porque é horrível não poder pensar.

Mas espere um momento, mesmo não tendo um tema, se estas frases vou relendo, vejo que é um poema!

Clarice Pacheco.

Textos
Título Categoria Data Leituras
Uma prosa sobre a História do Vô Rabello Contos > Causos 02/11/14 29
CENA DEGRADANTE, UM MISTO PARADOXAL DE FEIURA E BELEZA Contos > Cotidiano 03/03/14 26
A APOSENTADORIA DA MULA Contos > Cotidiano 02/07/13 27
Mais vale a fé que o pau da barca Contos > Causos 02/12/12 244
Os últimos dias da nossa era Contos > Insólitos 08/11/12 27
O juiz Contos 13/10/12 13
Site do Escritor criado por Recanto das Letras