Noslen olebaR literatura, poesia, crônica e contos

Insisto em escrever porque é fazendo que se aprende.

Poesia por acaso

Sem inspiração estou agora.

Tento atiçar a imaginação mas ela demora.

Não consigo pensar em algo que faça rimas.

É como querer acertar o alvo com a flecha apontada para cima.

Não acho um bom assunto que se organize bem em versos.

Mesmo sabendo que no mundo há mil assuntos diversos.

Que coisa chata, não consigo imaginar.

Isso quase me mata, porque é horrível não poder pensar.

Mas espere um momento, mesmo não tendo um tema, se estas frases vou relendo, vejo que é um poema!

Clarice Pacheco.

Textos
Título Categoria Data Leituras
Perilampos Pensamentos 16/10/12 22
A linguagem dos poetas Prosa Poética 14/10/12 48
O jardim Crônicas 14/10/12 39
Comentário sobre o Texto MORTES QUE SÃO ANUNCIADAS Crônicas 14/10/12 16
Meu pequeno bosque Crônicas 14/10/12 56
A festa Ensaios 13/10/12 19
O juiz Contos 13/10/12 13
O namorado de Helena Crônicas 12/10/12 38
O caminho Ensaios 09/10/12 23
Lição de vida, o valor do dinheiro. Crônicas 09/10/12 110
Minha prece Orações 07/10/12 44
A casa de meu pai Crônicas 06/10/12 70
Canção do exílio Homenagens 03/10/12 134
AO POETA Antônio Gonçalves Dias Homenagens 03/10/12 99
Uma pergunta, resposta; um ato de agressão Crônicas 02/10/12 14
Eleições Brasil Prosa Poética 02/10/12 17
Andraus Crônicas 30/09/12 48
Noite de chumbo Crônicas 30/09/12 45
Página 7 de 7 1 2 3 4 5 6 7 [«anterior]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras