Noslen olebaR literatura, poesia, crônica e contos

Insisto em escrever porque é fazendo que se aprende.

Poesia por acaso

Sem inspiração estou agora.

Tento atiçar a imaginação mas ela demora.

Não consigo pensar em algo que faça rimas.

É como querer acertar o alvo com a flecha apontada para cima.

Não acho um bom assunto que se organize bem em versos.

Mesmo sabendo que no mundo há mil assuntos diversos.

Que coisa chata, não consigo imaginar.

Isso quase me mata, porque é horrível não poder pensar.

Mas espere um momento, mesmo não tendo um tema, se estas frases vou relendo, vejo que é um poema!

Clarice Pacheco.

Textos

POR QUE MOISÉS NÃO ENTROU NA TERRA PROMETIDA?
(1) Vamos ler o texto que relata a punição dada por Deus a Moisés. O povo estava mais uma vez murmurando, pois não havia água para beber;

Números 20:2-5;

2 - E não havia água para a congregação; então se reuniram contra Moisés e contra Arão.
3 - E o povo contendeu com Moisés, dizendo: Quem dera tivéssemos perecido quando pereceram nossos irmãos perante o Senhor!
4 - E por que trouxestes a congregação do Senhor a este deserto, para que morramos aqui, nós e os nossos animais?
5 - E por que nos fizestes subir do Egito, para nos trazer a este lugar mau? lugar onde não há semente, nem de figos, nem de vides, nem de romãs, nem tem água para beber.

Moisés e Arão vão para a porta do tabernáculo, onde a glória do Senhor se manifesta diante deles;

Números 20: 6 -  Então Moisés e Arão se foram de diante do povo à porta da tenda da congregação, e se lançaram sobre os seus rostos; e a glória do Senhor lhes apareceu.
Deus dá a ordem a Arão e Moisés sobre o que deveria ser feito por eles: “Toma o bordão, ajunta o povo, tu e Arão, teu irmão, e, diante dele, falai à rocha, e dará a sua água; assim lhe tirareis água da rocha e dareis a beber à congregação e aos seus animais”;

Números 20:8 –  Toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha, perante os seus olhos, e dará a sua água; assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber à congregação e aos seus animais.

Conforme observamos, eles deveriam falar a uma determinada rocha para que dela saísse água.
Quando vão executar a ordem de Deus, observamos que Moisés e Arão cumprem parcialmente a ordem dada, além de não a cumprirem de um modo louvável, com a humildade e mansidão exigidas por Deus:“Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais”;

Números 20:11 – Então Moisés levantou a sua mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu muita água; e bebeu a congregação e os seus animais.

2 - Ao invés de falar à rocha, Moisés bate na rocha duas vezes de forma agressiva, raivosa. A ordem de Deus para falar à rocha tinha como objetivo exaltar e glorificar o nome do Senhor e mostrar que Ele era o autor do milagre. Quando Moisés bate na rocha raivosamente chama a atenção para si e não glorifica o nome do Senhor diante do povo. Em seguida, após a rocha dar água ao povo, Moisés e Arão são advertidos por Deus: “Mas o SENHOR disse a Moisés e a Arão: Visto que não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso, não fareis entrar este povo na terra que lhe dei”;

Números 20:12 – E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes tenho dado.
Esse foi o motivo pelo qual Moisés não entrou na terra prometida.

(3) Podemos observar também que Moisés não se deu por satisfeito com a punição que recebeu, ele orou muito ao Senhor para que Deus mudasse de ideia e o deixasse entrar na terra prometida, porém, o Senhor já tinha decidido a questão e pediu que Moisés não mais falasse naquele assunto;

Deuteronômio 3:23-29;

23 - Também eu pedi graça ao Senhor no mesmo tempo, dizendo:
24 - Senhor DEUS! já começaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua forte mão; pois, que Deus há nos céus e na terra, que possa fazer segundo as tuas obras, e segundo os teus grandes feitos?
25 - Rogo-te que me deixes passar, para que veja esta boa terra que está além do Jordão; esta boa montanha, e o Líbano!
26 - Porém o Senhor indignou-se muito contra mim por causa de vós, e não me ouviu; antes o Senhor me disse: Basta; não me fales mais deste assunto;
27 - Sobe ao cume de Pisga, e levanta os teus olhos ao ocidente, e ao norte, e ao sul, e ao oriente, e vê com os teus olhos; porque não passarás este Jordão.
28 - Manda, pois, a Josué, e anima - o, e fortalece- o; porque ele passará adiante deste povo, e o fará possuir a terra que verás.

29 - Assim ficamos neste vale, defronte de Bete - Peor.
(4) Alguns acham injusta a decisão de Deus de não permitir a entrada de Moisés e Arão na terra prometida. Mas devemos nos lembrar que Deus trata com muito mais severidade aqueles que mais conhecem sobre Ele, aqueles a quem Ele mais se revela, pois esses conhecem muito mais sobre Ele. Isso faz com que a responsabilidade de Moisés fosse bem grande. A Bíblia diz que Deus tratava as coisas com Moisés face a face;

Êxodo 33:11-  E falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda.

Isso era um privilégio para Moisés, mas também uma grande responsabilidade. Ele falhou em um ponto em que Deus exigiu que ele não falhasse e isso foi determinante para que Deus o punisse não permitindo que entrasse na terra prometida. Por outro lado, certamente, Moisés herdou maior herança, pois quando morreu foi recebido nos braços do Deus todo poderoso a quem ele serviu de forma grandiosa durante a sua vida. Vemos aqui que Deus não é vingativo com seus filhos. Como o apóstolo Paulo bem observou, partir e estar com o Senhor também é uma grandiosa bênção, a maior de todas: “Ora, de um e outro lado, estou constrangido, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor”;

Filipenses 1:23 - Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor.

Glória a Deus, Amém Senhor. -
NRS02122017
NOSLEN OLEBAR
Enviado por NOSLEN OLEBAR em 11/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras